S&P eleva classificação de risco de crédito da Ambev

A agência de classificação de risco Standard & Poor's Ratings Services (S&P) elevou a nota de crédito corporativo em moeda estrangeira da cervejaria AmBev, de "BBB-" para "BBB". A S&P reiterou o rating "BBB" para moeda local, mas revisou a perspectiva, de estável para positiva. Com isso, agora a perspectiva de ambos os ratings é positiva.Em março, o montante da dívida total ajustada da empresa alcançou US$ 3,34 bilhões. "A melhora da classificação reflete nossa opinião de que a capacidade da AmBev em cumprir com suas obrigações em moeda estrangeira melhorou nos últimos dois anos, respaldada pela incorporação bem sucedida e aumento da flexibilidade financeira da Labatt, sua subsidiária canadense", afirmou em relatório o analista de crédito da S&P, Jean-Pierre Cote Gil. A melhora das margens e o refinanciamento das dívidas em condições mais flexíveis, segundo o analista, tem estimulado uma revisão para cima das estimativas da S&P sobre a sustentabilidade do nível de dividendos que serão proporcionados pela subsidiária. Na Bovespa, às 13h40, a ação preferencial da AmBev subia 1,94%, cotada em R$ 890,55, enquanto em Nova York o ADR (recibo de ação negociado nos EUA) avançava 3,10%, para US$ 40,93. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

02 de agosto de 2006 | 13h50

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.