S&P rebaixa rating do Besi Brasil para B-

A decisão se segue ao rebaixamento do Banco Espírito Santo (BES) e do BESI - que é dono diretamente de 80% do BESI Brasil

STEFÂNIA AKEL, Agência Estado

21 de julho de 2014 | 16h22

A agência de classificação de risco Standard & Poor''s rebaixou o rating de longo prazo do BES Investimento do Brasil (Besi Brasil) de B+ para B-, mantendo-o em observação para um possível novo rebaixamento. Há uma semana, a S&P já havia cortado a nota da companhia de BB- para B+. A decisão se segue ao rebaixamento do Banco Espírito Santo (BES) e do BESI - que é dono diretamente de 80% do BESI Brasil - para B-, de B+, em 11 de julho.

Segundo a agência, a manutenção do rating em observação negativa reflete o enfraquecimento da posição de capital do banco como resultado das perdas maiores que, segundo as expectativas da S&P, ele deve enfrentar, dada a sua exposição ao Espírito Santo Financial Group (ESFG), às suas subsidiárias e à Rioforte. "O rebaixamento também reflete nossa visão de riscos maiores à posição financeira do BES, resultante principalmente da exposição e das ligações com o GES", afirmou a S&P. "Vemos o Besi Brasil como uma subsidiária estrategicamente importante do BES."

Com o rating ainda em observação negativa, é possível que ele seja novamente cortado se a posição financeira do BESI Brasil se enfraquecer além das expectativas da agência, segundo o relatório.

Com informações da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
Standard & PoorsBesi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.