Setor industrial chinês leva perdas a bolsas asiáticas

Queda do índice Xangai Composto foi de 1,2%,  e  índice Shenzhen Composto caiu 0,7%

23 de maio de 2013 | 07h01

Os mercados de ações da Ásia fecharam em terreno negativo nesta quinta-feira, pressionados pelos fracos dados do setor industrial da China e pelas falas do presidente do Federal Reserve, dos EUA.

A leitura preliminar do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria chinesa medido pelo HSBC ficou em 49,6 em maio, o nível mais baixo em sete meses. Acima da marca de 50, o dado indica expansão em relação ao mês anterior, no entanto um resultado abaixo disso aponta contração.

"O resfriamento das atividades da indústria em maio reflete uma menor demanda interna e a continuidade das dificuldades externas", observou o economista Qu Hongbin, do HSBC, por meio de nota. "Uma desaceleração sequencial é provável na metade do [segundo trimestre], colocando risco de queda a frágil retomada do crescimento da China",

O índice Xangai Composto fechou em queda de 1,2%, aos 2.275,67 pontos, e o índice Shenzhen Composto caiu 0,7%, para 1.014,33 pontos.

Além dos dados do PMI preliminar chinês, as falas do presidente do Federal Reserve, dos EUA, Ben Bernanke, também pressionaram os mercados da região. Bernanke disse a parlamentares que o Fed poderia começar a reduzir o seu programa de compra de ativos, em uma de suas "próximas reuniões".

"Os comentários de Bernanke causaram nervosismo entre os investidores globais. Muitas ações pesos pesados no mercado chinês, como de bancos, também são negociadas nos EUA, Hong Kong e outros mercados no exterior", disse o analista Peng Yunliang, do Shanghai Securities.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 2,5%, para 22.669,68 pontos. Já o índice S&P/ASX 200, da Austrália, perdeu 2% e terminou o pregão aos 5.062,4 pontos.

As ações de empresas que trabalham com recursos naturais sofreram grandes perdas na sessão, pressionadas tanto pelos comentários de Bernanke quanto pelos dados da China. A maior economia da Ásia e também um grande importador de recursos.

A Fortescue Metals Group cedeu 2,8% e a Newcrest Mining caiu 2,2% em Sydney. Já a Cnooc recuou 3,2% e a Jiangxi Copper terminou em queda de 3,1% em Hong Kong.

O índice Kospi, da Bolsa de Seul, perdeu 1,2%, aos 1.969,19 pontos, e o índice Taiwan Weighted cedeu 1,9% e fechou aos 8.237,83 pontos.

As ações nas Filipinas recuaram com realização de lucros. O índice PSEi fechou em queda de 1,0%, aos 7.314,38 pontos após dois dias de ganhos. "É muito cedo para dizer se este é o início de uma correção que já era esperada. Nós temos dito há um tempo que as ações estão sobrevalorizadas", disse James Lago, chefe de pesquisa da PCCI Securities. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ásiabolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.