Sobe custo de seguro da dívida soberana europeia

O custo do seguro da dívida soberana europeia contra default aumentou nesta manhã, à medida que cresceu a cautela entre os investidores antes da reunião dos ministros de Finanças da zona do euro (Eurogrupo) que pretende finalizar os planos para ampliar o fundo de resgate da região.

AE, Agencia Estado

29 de novembro de 2011 | 07h48

Por volta das 6h30 (de Brasília), o spread (prêmio) dos swaps de default de crédito (CDS) de cinco anos da Alemanha subia 2 pontos-base, para 113 pontos-base, a 3 pontos-base do recorde de 116 pontos-base atingido no dia 25, segundo dados da Markit. O spread dos CDS de cinco anos da França aumentava 5 pontos-base, para 240 pontos-base.

Os spreads dos CDS da Espanha e da Itália também subiam. O espanhol tinha alta de 7 pontos-base, para 473 pontos-base, e o italiano avançava 8 pontos-base, para 540 pontos-base. O spread do CDS da Bélgica, por sua vez, aumentava 4 pontos-base, para 381 pontos-base, enquanto o da Irlanda subia 6 pontos-base, para 754 pontos-base, e o de Portugal operava estável a 1.094 pontos-base. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CDScriseEuropaseguros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.