SonaeCom pede para reduzir preço de oferta por Portugal Telecom

A SonaeCom solicitou aprovação da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) para reduzir sua oferta de compra pela Portugal Telecom (PT) de 9,50 euros para 9,41 euros por ação. Em requerimento enviado à CMVM na noite de ontem, a SonaeCom cita os altos dividendos que serão distribuídos pela PT.Segundo o diário português Jornal de Negócios, a nova contrapartida avalia a operadora de telecomunicações em 10,62 bilhões de euros, contra os 10,72 bilhões de euros da oferta inicial.Em 21 de abril, durante assembléia de acionistas a PT aprovou dividendo de 0,475 euro por ação para 2005. A SonaeCom alega que sua proposta inicial considerava a distribuição de 0,385 euro por ação em dividendos - 0,09 euro a menos do que o dividendo aprovado pelos acionistas em abril.A Autoridade da Concorrência (AdC) concedeu aprovação condicional para a proposta de fusão no mês passado, exigindo que a SonaeCom venda sua unidade de cabo ou fixa. As condições estabelecidas pela AdC foram consideradas muito rígidas pela SonaeCom, que a acusou de liberalizar o mercado de telecomunicações às suas custas. Na bolsa de Lisboa, às 7h40 (de Brasília) as ações da PT cediam 0,81%, para 9,80 euros. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.