Steve Ballmer deixa cargo no conselho da Microsoft

O ex-presidente da Microsoft, Steve Ballmer, renunciou ao seu cargo no conselho de administração da empresa nesta terça-feira, após 14 anos. "Eu acho que seria impraticável para mim continuar a servir no conselho, e é melhor que eu saia", disse Ballmer em uma carta para à atual presidente da companhia, Satya Nadella. Ele continua sendo um dos diretores da Microsoft.

Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2014 | 16h09

A renúncia de Ballmer dá fim a uma transferência de poder dramática dentro da empresa. Pela primeira vez na história, alguém além de Bill Gates e Steve Ballmer estará à frente da Microsoft. Ballmer foi presidente da empresa de 1998 a 2000, quando assumiu a responsabilidade pelo conselho de administração. Gates, o fundador da companhia, também renunciou a todos os cargos de liderança quando Nadella foi nomeada presidente.

"Eu prevejo uma combinação entre os Clippers, contribuição cívica, ensino e estudo tomando muito do meu tempo", disse Ballmer em sua carta de renúncia, publicada pela Microsoft em seu site. O antigo presidente comprou recentemente o time de basquete Los Angeles Clippers.

Não ficou claro durante quanto tempo Ballmer vai permanecer como diretor. Ele tem dito a pessoas próximas que sua posição como um acionista significativo da Microsoft dá a ele razões para se manter envolvido com a companhia. Mas pessoas ligadas à empresa afirmam que parece cada vez mais provável que Ballmer deixaria seu cargo logo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.