Taxa libor atinge máxima desde julho de 2009

Às 8h56, o juro do note de 10 anos caía para 3,12510% e o juro do T-bond, de 30 anos, cedia a 4,01665%

Cynthia Decloedt. da Agência Estado,

25 de maio de 2010 | 09h22

O mercado de dinheiro europeu e os mercados de títulos soberanos da Alemanha e dos EUA

ilustram nesta manhã o estresse dos investidores na Europa, focados na crise da região e na tensão geopolítica causada pelas Coreias.

 

A taxa libor em dólares para três meses, que mostra a disposição dos bancos para emprestarem em dólares uns aos outros na Europa, atingiu seu maior nível desde 7 de julho do ano passado, a 0,53625%, segundo a Associação dos Bancos Britânicos. Ontem, a taxa foi fixada em 0,50969%.

 

Já o contrato futuro do título do Tesouro da Alemanha (bund) de 10 anos, para onde os investidores correm para fazer hedge contra o risco, atingiu sua maior cotação histórica, a 129,37.

 

Os títulos do Tesouro dos EUA, também utilizados para fuga do risco, dispararam na Europa, projetando a taxa dos papéis de dois a 30 anos em forte baixa. Às 8h56 (de Brasília), o juro do note de 10 anos caía para 3,12510% e o juro do T-bond, de 30 anos, cedia a 4,01665%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
taxalibor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.