Tecnologia pesa na abertura das Bolsas de Nova York

As Bolsas de Nova York abriram em baixa. O índice Dow Jones cedia 0,07% às 12h31, a 12.507 pontos, e o Nasdaq caía 0,01%, a 2,.484 pontos. O alerta de lucro da fabricante de semicondutores Advanced Micro Devices (AMD) e as vendas decepcionantes da gigante do software SAP, da Alemanha, estão pesando sobre o setor de tecnologia, que ontem estava entre as maiores altas em Wall Street, e eliminando um possível efeito positivo para as ações do salto nas vendas no varejo em dezembro. Ontem, o Dow Jones atingiu o recorde de 12.515 pontos e o Nasdaq atingiu o maior nível em seis anos, com os investidores saindo do setor de energia e indo para o de tecnologia. Intel, HP e Microsoft ficaram entre os papéis que impulsionaram o Dow Jones. A AMD lançou sombras para o setor de tecnologia ao fazer um alerta, ontem à noite, de que os lucros do quarto trimestre ficarão "substancialmente" abaixo dos do trimestre anterior. Analistas disseram que a concorrente Intel recuperou participação de mercado com novos produtos e preços agressivamente competitivos. Citigroup, Prudential, Bear Stearns, Goldman Sachs e Morgan Stanley rebaixaram suas recomendações para a AMD. No pré-mercado, as ações da empresa caíam 7,3%. As da Intel, integrante do Dow Jones, recuavam 0,9%. Ainda no setor de tecnologia, a alemã SAP informou ontem à noite que as vendas de licenças de software, indicador de vendas futuras, cresceram 7% para 1,26 bilhão de euros (US$ 1,6 bilhão), ficando cerca de 100 milhões de euros abaixo do previsto. Apple, que vinha dando força ao setor de tecnologia durante a semana após o lançamento de seu iPhone, caía 1% no pré-mercado. O Departamento do Comércio informou que as vendas no varejo subiram 0,9% em dezembro, o melhor resultado em cinco meses. O Departamento do Trabalho, por sua vez, divulgou que os preços das importações avançaram 1,1% em dezembro. Os dois dados superaram as estimativas dos analistas. O petróleo subia com alguma recuperação técnica e com as previsões de temperaturas mais frias no Nordeste dos EUA neste fim de semana - mas desacelerou a alta que superava 1% mais cedo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.