Telefônica lidera lista de queixas do Procon-SP em 2006

A Fundação Procon-SP divulgou a lista das empresas mais reclamadas no ano de 2006. No relatório anual, a Telefônica, operadora de telefonia fixa e internet em banda larga no Estado de São Paulo, lidera com 2.262 reclamações, que corresponde a um crescimento de 349% nas queixas em relação a 2005.A operadora de telefonia móvel Claro, que em 2005 ficou em primeiro lugar na lista do Procon de São Paulo, desta vez ficou na quinta colocação com 534 reclamações. Em segundo lugar na lista de 2006, está a operadora Vivo, com 1.776 atendimentos pelo Procon.Em atendimento geral em 2006, segundo o Procon, o setor de serviços essenciais foi o mais reclamado com 29% das queixas, seguido pelo setor de produtos, com 27%, e assuntos financeiros, com 23%.No total foram feitos 487.226 atendimentos de janeiro a dezembro de 2006 pelo Procon paulista. O cadastro das empresas reclamadas é feito com base nos números absolutos de reclamações cujos processos foram concluídos no ano em questão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.