Tensão no Oriente mantém Bovespa em queda; dólar cai

A tensão geopolítica no Oriente Médio e a preocupação com o impacto da alta do petróleo na inflação e no consumo norte-americano continuam sendo um fator de pressão para as principais bolsas mundiais, assim como na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Às 14h43, o principal índice da bolsa paulista, o Ibovespa, caía 0,33%, aos 35.236 pontos, depois de recuar 1% no dia. Já o câmbio, segue desvinculado do cenário internacional. Enquanto Ásia e Europa apresentaram constante comportamento negativo e EUA definiu-se pelo mau humor depois de ter tentado reagir, o real assumiu trajetória de valorização. Às 14h46, o dólar comercial apresentava baixa de 0,50%, a R$ 2,209. A moeda negociada no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) registrava queda de 0,20%, cotada a R$ 2,215. No mercado de juros, os negócios conseguiram se sustentar sustentar num campo melhor. O contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2008 (o mais negociado) recuava e projetava taxa de 14,88% ao ano ante 14,95% de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.