Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Termômetro Broadcast Bolsa: Quadro de expectativas para Ibovespa está mais equilibrado

Para 41,67% dos pesquisados, o índice irá subir na próxima semana, que terá os balanços de Petrobras e Vale, além da prévia da inflação de fevereiro, entre os destaques

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2022 | 21h00

As expectativas do mercado financeiro para o desempenho das ações no curtíssimo prazo estão mais equilibradas no Termômetro Broadcast Bolsa desta sexta-feira em comparação ao levantamento da semana passada. Entre os participantes, 41,67% disseram que a percepção é de alta para o Ibovespa na próxima semana, enquanto para 25,00% o período entre 21 e 25 de fevereiro será de queda para o índice. Para 33,33%, a variação será neutra. No último Termômetro, 57,14% esperavam ganhos para esta semana; 7,14%, perdas; e 35,71%, estabilidade.

A agenda doméstica da próxima semana tem como destaque a divulgação do IPCA-15 de fevereiro, na quarta-feira, 23, pelo IBGE, que, no dia seguinte, quinta-feira, 24, volta à cena para divulgar a Pnad Contínua, com os dados do mercado de trabalho no quarto trimestre de 2021. "Ambos os indicadores trarão luz sobre a política monetária e a inflação de 2022", afirma o economista-chefe do Haitong Banco de Investimento, Marcos Ross.

Em Brasília, há expectativa em torno da votação dos pacotes para redução de preços de combustíveis. O senador Jean Paul Prates (PT-RN) apresentou hoje um novo parecer do projeto de lei que cria uma conta de estabilização para o preço no País, uma das propostas que devem ser votadas pelo Senado na terça-feira, 22.

No exterior, as atenções seguem voltadas para o noticiário da crise entre a Rússia e o Ocidente na questão da Ucrânia. O feriado do Dia do Presidente nos Estados Unidos na segunda-feira, motivo pelo qual não haverá negócios em Wall Street, deve reduzir a liquidez na Bolsa brasileira (B3). Enquanto isso, na agenda, o ponto alto da semana são os indicadores de renda e gasto pessoal nos EUA, incluindo o índice de preços dos gastos com consumo (PCE, em inglês), medida preferida de inflação do Federal Reserve (Fed, o banco central americano). Os dados saem na sexta-feira, 25. Antes, na quinta será conhecida a leitura do PIB americano do quarto trimestre.

Aqui, a temporada de balanços do quarto trimestre ganha fôlego com pesos pesados da carteira do Ibovespa, como Petrobras e Vale. Estão previstos ainda para a semana que vem os resultados de BRF, Gerdau, Pão de Açúcar, Ambev e Caixa, entre outros.

O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa na semana seguinte. A ideia é mostrar para o leitor a percepção dos profissionais - e não das instituições financeiras - a partir da resposta para pergunta: Qual o sentimento para o Ibovespa na próxima semana? As alternativas apresentadas são de variação positiva, negativa ou neutra.

A pergunta é enviada às quintas-feiras e as respostas devem ser encaminhadas até as 14h30 da sexta-feira. Após o encerramento do período, o departamento de Dados do Estadão/Broadcast calcula o porcentual obtido a partir de cada uma das opções apresentadas pelo Termômetro. As respostas individuais dos participantes ficam em sigilo e os jornalistas não têm acesso a elas. A publicação dos resultados é feita nos serviços em tempo real do Estadão/Broadcast às sextas-feiras.

Para participar do Termômetro Broadcast Bolsa, envie um email para projecoes.ae@estadao.com.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.