Terna faz a terceira estréia da semana na Bovespa

A Terna Participações, do segmento de transmissão de energia, estréia hoje na Bolsa de Valores de São Paulo. É a terceira empresa que inicia negócios na bolsa paulista somente nesta semana. A empresa emitiu 26,525 milhões de units, pelo teto de R$ 21,00, o que totaliza R$ 557 milhões. Controlada pelo grupo italiano Terna, a empresa opera 2.447 km de linhas de transmissão de 500 quilovolts (kV) no País, distribuídas entre as subsidiárias Transmissora Sudeste Nordeste (de Goiás até a Bahia) e Novatrans (do Distrito Federal até o Maranhão). Além disso, as subsidiárias operam um total de 12 subestações e um centro de controle. A companhia tem planos para expandir suas atividades no Brasil. É uma das candidatas, por exemplo, para participar do próximo leilão de linhas de transmissão que será realizado pelo governo federal, no dia 24 de novembro. A disputa envolve sete lotes, com 14 linhas de transmissão e três subestações. A precificação dos papéis da Terna acabou puxando as ações Transmissão Paulista (Cteep), que atua no mesmo setor. Com base nos múltiplos atribuídos à estreante, as ações da empresa de São Paulo dispararam quase 8% ontem na Bovespa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.