Tesouro Direto bate recorde de captação em abril

As emissões somaram R$ 274,22 milhões enquanto os resgates de títulos totalizaram R$ 54,18 milhões

Renata Veríssimo e Adriana Fernandes, da Agência Estado ,

23 de maio de 2011 | 16h17

O programa Tesouro Direto, que permite que pessoas físicas comprem títulos do Tesouro Nacional, teve em abril o maior volume de captação líquida desde o início do programa em 2002. As emissões somaram R$ 274,22 milhões enquanto os resgates de títulos totalizaram R$ 54,18 milhões.

Segundo o coordenador geral de Operações da Dívida Pública, Fernando Garrido, as emissões foram muito elevadas em abril, registrando o terceiro maior volume da história do programa. Os papéis remunerados a índice de preço representaram 49,91% do total vendido em abril. Os títulos prefixados corresponderam a 36,54% e os indexados à taxa Selic (pós-fixados), 13,56% do total.

Em abril, 4.909 pessoas se cadastraram no Tesouro Direto. O total de investidores cadastrados é de 235.906.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.