Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Tesouro não acredita que alta do dólar vai pressionar inflação

Para o secretário do Tesouro, Marcelo Saintive, o movimento de câmbio é mundial e não há expectativa de impacto nos preços

Lorenna Rodrigues, Agência Estado

10 de março de 2015 | 11h58


Brasília - O secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive, disse que a alta do dólar é um movimento que ocorre em todo o mundo e que não deve pressionar preços no mercado interno. "O movimento de câmbio é mundial, não tenho expectativa de que isso tenha repasse para a inflação. Estamos acompanhando, é a nossa função, mas essa é a nossa expectativa no momento", afirmou, durante coletiva para comentar mudanças no programa Tesouro Direto.

Saintive disse ainda que o Tesouro Nacional não está enfrentando nenhum problema na colocação de títulos no mercado. O subsecretário da Dívida Pública, Paulo Valle, ressaltou que os leilões em maior volume feitos nas últimas semanas ocorreram por conta do maior vencimento de títulos concentrado nos quatro primeiros meses do ano.

"Tem uma volatilidade no mercado, mas o Tesouro tem instrumentos para enfrentar isso. Temos conseguido rolar a dívida até agora e estamos até avançados no nosso processo de rolagem", completou Valle. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.