TIM reformula distribuição de call center e encerra operação em BH

A TIM anunciou hoje a transferência física dos serviços de atendimento ao cliente corporativo e também aos de maior consumo, realizados a partir de Belo Horizonte (MG), para outras unidades de novos call centers da operadora. A mudança gerou a demissão de 380 funcionários de teleatendimento pertencentes à folha de pagamentos da própria TIM na capital mineira. Por conta desta alteração, a companhia contratou, ao longo dos últimos dois meses, 477 pessoas para posições em São Paulo, Pernambuco e Paraná.Com esta reestruturação, a TIM encerrou as atividades próprias do call center de Belo Horizonte. Segundo nota divulgada pela operadora, os empregados desligados receberão um pacote de benefícios, além daqueles previstos na legislação trabalhista. Esse pacote adicional está em negociação com o sindicato da categoria. A empresa não divulgou qual deverá ser o impacto nas despesas com pessoal em razão destas movimentação.Ainda em Belo Horizonte, a TIM está promovendo outras contratações ligadas a teleatendimento, mas que serão realizadas pela companhia mineira A&C. Já foram preenchidas 350 novas vagas junto desta empresa de outsourcing, para atendimento receptivo. No segundo semestre, ainda junto com a A&C, serão contratadas outras 400 pessoas para televendas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.