Todo dia é dia de pão
Conteúdo Patrocinado

Todo dia é dia de pão

O pão feito com fermentação natural é um dos mais antigos da história – nunca saiu de moda e está mais presente do que nunca em mesas pelo mundo todo

Bauducco, Media Lab Estadão
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

16 de outubro de 2020 | 09h00

O pão é um dos alimentos mais antigos da história. Conta-se que a fermentação foi descoberta por acaso no Egito Antigo, e, assim, o pão virou o alimento básico da época. E, convenhamos, até hoje ele está sempre na mesa de pessoas no mundo todo. Embora seja um alimento tão ancestral, o pão está em alta atualmente – e na sua versão mais clássica: a massa feita com fermentação natural.

Devido à quarentena imposta pela pandemia, muita gente se aventurou a fazer pães. É um processo que demanda tempo e paciência, dois fatores que faltam na correria do dia a dia, mas que, de repente, tornaram-se abundantes. Não à toa, o período foi apelidado de “pãodemia”, um nome muito mais leve e confortável. E o pão é isso mesmo: feito com as próprias mãos, é um alimento afetivo, ideal para ser dividido com a família e que traz a ideia de comfort food. E tornou a quarentena de muita gente bem mais leve.

A criação do fermento natural, feito com água, farinha e uma fonte de açúcar (como o suco de uma fruta cítrica), tornou o processo ainda mais caseiro. Chamado também de massa madre ou levain, o fermento natural é uma colônia viva de lactobacilos e leveduras, que lentamente reage com farinha e água para fazer a massa crescer. Ele dá ao pão um sabor único.

Com a volta gradual às atividades, começa novamente a faltar tempo para fazer pão em casa. Mas isso não significa que é preciso abdicar de pão feito com qualidade. A Bauducco tem uma linha de pães de fermentação natural, feita com uma massa madre que já tem 70 anos!

É esse fermento “ancião”, que foi trazido por Carlo Bauducco da Itália, que dá origem aos Panettones e também aos pães de fermentação natural da marca: mais fofinhos, leves e que, de quebra, facilitam a digestão. Hoje é o Dia Mundial do Pão, data comemorada há 20 anos, instituída por padeiros e confeiteiros de Nova York. Nada mais justo do que comemorar comendo uma boa fatia.

Para isso confira, nas próximas páginas, além da história, três receitas deliciosas com pão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.