Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Top Picks: Mercado monitora guerra Rússia-Ucrânia e política monetária dos EUA em junho 

Analistas continuam apostando nos setores de Mineração, Óleo e Gás, Agropecuário, Energia Elétrica e Serviços Financeiros, e desaconselham investimento nos setores de Varejo, Construção Civil, Tecnologia e Educação

Luísa Laval, O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2022 | 21h00

Durante o mês de junho, o foco permanece nos desdobramentos da guerra entre Rússia e Ucrânia, juntamente com as suas consequências para os preços de commodities energéticas e alimentícias. Analistas continuam apostando nos setores de Mineração, Óleo e Gás, Agropecuário, Energia Elétrica e Serviços Financeiros.

Por outro lado, as casas de análise continuam desaconselhando o investimento nos setores de Varejo, Construção Civil, Tecnologia e Educação.

“A volta da atividade industrial na China volta a guiar um cenário positivo para o preço do minério de ferro. Uma vez que o governo tende a aplicar um pacote contendo 33 estímulos econômicos que abrangem políticas fiscais, industriais, financeiras e de investimento. Porém, deve ser acompanhada uma vez que a inflação global também pode chegar na conta chinesa. Mas, em curto prazo, tais medidas tendem a beneficiar empresas vinculadas ao minério de ferro, principalmente a Vale”, avalia a CM Capital.

Ao mesmo tempo, o setor de Consumo e Varejo tende ainda a ser penalizado, devido à alta da inflação, uma vez que a alta de juros acaba desestimulando o consumo. Além disso, empresas voltadas ao setor de Tecnologia também podem ser prejudicadas, pois o prêmio de risco acaba ficando mais alto para investimentos neste setor.

Outra pauta importante para junho são as decisões de política monetária, tanto no Brasil quanto nos EUA, ambas agendadas para o dia 15 de junho. Na visão de Rodrigo Crespi, analista da Guide Investimentos, as duas devem direcionar o humor dos investidores, que seguirão calibrando as expectativas de subida de juros.

Entre as mudanças de carteiras, a Ágora fez quatro alterações: inseriu BTG Pactual Unit, Randon PN, Vibra ON e Cemig PN, enquanto retirou Caixa Seguridade, MRV ON, Suzano ON e Petz ON. Apenas Vale ON foi mantida.

A Ativa Investimentos retirou Americanas ON, MRV ON e Vale ON, e adicionou de Embraer ON, Magazine Luiza ON e BrasilAgro ON.

O BB Investimentos incluiu Camil Alimentos ON, Kepler ON, Natura ON e Tupy ON, ao mesmo tempo que retirou Bradesco PN, BrasilAgro ON, Guararapes ON e Vamos ON.

A CM Capital trocou Eletrobras ON e Rede D'Or ON por Eletrobras PNB e Vale ON.

O Daycoval adicionou BB ON, Equatorial ON, Lojas Renner e Petrobras PN no lugar de B3 ON, Bradesco PN, Gerdau PN e Natura ON.

A Elite Investimentos retirou Bradesco PN e Movida ON e colocou no lugar Braskem PNA e SulAmérica Unit.

A Guide Investimentos incluiu Itaú Unibanco PN e SLC Agrícola ON, enquanto retirou Banco do Brasil ON e Marfrig ON.

O modalmais fez quatro alterações: incluiu Cosan ON, PetroRio ON, Banco do Brasil ON e Klabin Unit. Saíram JHSF ON, Iguatemi Unit, Petrobras PN e Vale ON.

A Mirae Asset incluiu Marfrig ON, Transpaulista PN e Weg ON, enquanto tirou Suzano ON, Isa Cteep PN e Petrobras PN.

A MyCap também fez quatro alterações: incluiu Braskem PNA, Cyrela ON, Equatorial ON e Petrobras PN, enquanto retirou Assaí ON, Aliansce Sonae ON, São Martinho ON e Rede D'Or.

A Órama incluiu Hypera ON, Braskem PNA e Natura ON, e excluiu Copel PNB, BRF ON e Orizon ON.

A Planner incluiu BrMalls ON e BrasilAgro ON em substituição a Localiza ON e Marfrig ON.

O Santander fez apenas uma mudança, excluindo Itaú PN e adicionando Banco do Brasil ON.

Por fim, a Terra Investimentos retirou JBS ON e ingressou com Suzano ON. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.