Tóquio cai 0,2% com firmeza do iene

Mercado também foi pressionado pela incerteza em relação à projeção da Honda e com a política, uma vez que os partidos de oposição intensificaram campanha pela renúncia do primeiro-ministro Naoto Kan

Hélio Barboza, da Agência Estado,

30 de maio de 2011 | 06h59

A Bolsa de Tóquio fechou em queda, em meio à venda de ações de exportadoras referenciais, pressionadas pela firme cotação do iene contra o dólar e pela incerteza em relação à projeção da Honda. O índice Nikkei 225 declinou 16,97 pontos, ou 0,2%, e fechou aos 9.504,97 pontos.

Ao longo da sessão, o índice oscilou de forma apática, com os "players" cautelosos quanto à possibilidade de o dólar se enfraquecer ainda mais ante a divulgação de dados econômicos importantes dos EUA nesta semana.

O sentimento do mercado também foi abatido em certa medida pela política, uma vez que os partidos de oposição continuaram a intensificar sua campanha pela renúncia do primeiro-ministro Naoto Kan. Os oposicionistas ameaçam aprovar uma moção de desconfiança em reação ao modo como o primeiro-ministro conduziu a crise nuclear provocada pelo terremoto e tsunami de 11 de março. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.