Tóquio cai 1,5% com temor de desaceleração na China

Índice Nikkei 225 fechou aos 9.460,63, o menor nível desde 19 de abril

Hélio Barboza, da Agência Estado,

23 de maio de 2011 | 07h14

A Bolsa de Tóquio fechou com queda significativa nesta segunda-feira, sob o temor de uma desaceleração econômica na China. O índice Nikkei 225 perdeu 146,45 pontos, ou 1,5%, e fechou aos 9.460,63, o menor nível desde 19 de abril.

A Bolsa caiu fortemente desde a abertura e logo rompeu a barreira psicológica dos 9.500 pontos. Um relatório da corretora Nomura projetando uma pausa na demanda de maquinários de construção na China deflagrou pesada liquidação de papéis do setor.

"Investidores estrangeiros, como fundos de hedge, estão desmontando suas posições no setor de maquinário pesado, em ações como Caterpillar e Komatsu, à luz de uma iminente desaceleração nas economias emergentes", disse Norihiro Fujito, estrategista da Mitsubishi UFJ Morgan Stanley Securities. Esses investidores agora estão mudando para ações defensivas, como farmacêuticas, acrescentou Fujito. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.