Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Tóquio fecha em alta atrás de pechinchas

 O índice Nikkei subiu 237,94 pontos, ou 1,8%, para 13.245,22 pontos, após queda de 0,2% nesta terça-feira

19 de junho de 2013 | 04h52

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em alta nesta quarta-feira, atingindo o nível mais alto em uma semana com um dólar mais forte e caça por pechinchas. Além disso, os agentes do mercado estão de olho no resultado da reunião de dois dias do Federal Reserve, dos EUA, que deve ser divulgado ainda hoje.

O índice Nikkei subiu 237,94 pontos, ou 1,8%, para 13.245,22 pontos, após queda de 0,2% na terça-feira. O índice subiu em três das últimas quatro sessões, somando 6,4% no período em questão, e atingiu o nível mais alto desde 13 de junho.

O dólar foi negociado na faixa de 95 ienes durante a sessão, depois de subir para 95,66 ienes antes da abertura do mercado.

Os níveis de participação mantiveram-se fracos, com 2,8 bilhões de ações negociadas sob o valor de apenas 2,12 trilhões de ienes, refletindo a contínua ausência de grandes agentes, especialmente investidores estrangeiros, que normalmente controlam quase dois terços do fluxo diário de negociações.

"Ninguém parece estar apostando em peso sobre o resultado da reunião do Fed, contudo muitos parecem esperar que o banco central garanta ao mercado que não reduzirá seu programa de flexibilização tão cedo", disse o gestor de fundos Naoki Fujiwara, da Shinkin Asset Management. "Mas os investidores não estão descartando a possibilidade de que o Fed poderá sinalizar uma saída mais cedo do que o esperado", disse.

Entre as ações pesos pesadas, a KDDI subiu 5,9% e o SoftBank avançou 4,2%. Na terça-feira, a Dish Network saiu da disputa pela aquisição da Sprint Nextel, tirando um grande obstáculo para o SoftBank comprar uma participação dominante na operadora de telecomunicações dos EUA.

Siderúrgicas apresentaram o melhor desempenho por setor. A JFE Holdings ganhou 6,4%. Bancos e seguradoras também superaram o mercado mais amplo. A Mitsubishi UFJ Financial Group avançou 2,4% e a Dai-ichi Life Insurance subiu 2,4%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.