Tóquio fecha em forte queda com discurso de Abe

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em forte queda nesta quarta-feira, uma vez que os agentes do mercado se frustraram com o discurso do primeiro-ministro Shinzo Abe sobre a estratégia de crescimento econômico do Japão.

AE, Agencia Estado

05 de junho de 2013 | 03h45

O índice Nikkei caiu 518,89 pontos, ou 3,8%, para 13.014,87 pontos, colocando o índice em baixa de 18,4% desde 23 de maio. O recuo desta quarta-feira foi a quinta grande queda nos últimos dias.

Logo no início do discurso do primeiro-ministro, as ações em Tóquio chegaram a ter alta e o dólar avançou ante o iene, no entanto, conforme Abe falava, tanto o índice Nikkei quanto a moeda norte-americana passaram recuar.

O mercado mais amplo acompanhou de perto a queda abrupta do dólar na esteira do discurso de Abe sobre a estratégia de crescimento. Por volta do horário de fechamento do pregão em Tóquio, o dólar mudava de mãos aos 99,57 ienes, bem abaixo do nível registrado antes das falas de Abe.

"A visão de Abe, claramente, careceu de especificidades", disse Daisuke Uno, estrategista da Sumitomo Mitsui Banking Corp. "Ele também falou sobre intervalos de tempo de longo prazo, quando as pessoas, hoje em dia, estão muito mais focadas no curto prazo, especialmente depois de ver o que o mercado de ações foi capaz de fazer em apenas um semestre."

Ações da Fast Retailing foram duramente atingidas, marcado uma queda de 9,5%. Ao mesmo tempo, as empresas de finanças e os exportadores caíram drasticamente, com a Nomura Holdings recuando 7,6% e a Tokyo Electron perdendo 6,0%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.