Tóquio fecha em ligeira queda pós dados fracos da China

A Bolsa de Tóquio encerrou o pregão desta quinta-feira, 13, com ligeira queda e baixo volume de negociação, em meio à divulgação de dados chineses que ficaram abaixo das expectativas. Os indicadores fracos tiveram um efeito sobre os exportadores e sobre as ações sensíveis ao comércio com a China.

Agencia Estado

13 de março de 2014 | 09h57

O índice Nikkei recuou 0,10%, a 14,815.98 pontos, após a queda de 2,6% na sessão anterior. O volume de negociação atingiu o menor nível desde 26 de agosto.

A maioria dos índices operava sem muitas oscilações antes da divulgação da produção industrial da China de fevereiro, quase um ponto porcentual abaixo do que os economistas estavam esperando. As vendas no varejo chinês também desapontaram.

Entre as principais ações, as da Honda Motor perderam 1,2%, as da Nomura Holdings caíram 1,3% e as da Mitsui Fudosan recuaram 1,8%. Papéis ligados à China também recuaram, com destaque para as altas de 3,0% e 2,6% da Mitsui e da Nippon Yusen, respectivamente. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas de valoresTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.