Tóquio fecha em nível mais alto desde 29/5

 O índice Nikkei subiu 246,24 pontos, ou 1,8%, para 14.098,74 pontos, após avanço de 1,3% ontem

02 de julho de 2013 | 04h38

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em alta pela quarta sessão consecutiva nesta terça-feira, uma vez que o dólar mais forte, uma perspectiva econômica mais positiva e as expectativas de inflação puxaram exportadores, varejistas e incorporadoras imobiliárias para cima.

O índice Nikkei subiu 246,24 pontos, ou 1,8%, para 14.098,74 pontos, após avanço de 1,3% na segunda-feira. O índice já ganhou mais de 1.200 pontos (9,9%) nas últimas quatro sessões. Nesta terça-feira, o índice Nikkei fechou no nível mais alto desde 29 de maio.

Os níveis de participação, por outro lado, ainda estavam um pouco baixos, com 3,02 bilhões de ações mudando de mãos.

O dólar subiu na sessão asiática desta terça-feira, movimentando-se na faixa superior de 99 ienes.

Traders disseram que a relativa estabilidade da taxa de câmbio e uma tendência de alta do dólar foram recebidas como um estímulo aos exportadores, ao mesmo tempo em que uma melhor perspectiva econômica e as expectativas de crescimento dos negócios - causadas pelas políticas "Abenomics" - também forneceram um impulso a ações.

Varejistas como a rede de lojas de departamentos Takashimaya também se beneficiaram das expectativas de inflação, superando os índices mais amplos. A Takashimaya subiu 2,6%.

Ações relacionadas ao mercado imobiliário também ganharam com esperanças sobre valorização de ativos. A Mitsubishi Estate fechou em alta de 4,2% e a Mitsui Fudosan avançou 3,4%.

"À medida que as preocupações referentes a posição do Fed sobre a redução de estímulos são amenizadas e investidores voltam a se concentrar no fato de que o BoJ (Banco do Japão) está apenas começando seu próprio programa de flexibilização monetária agressiva, as ações ligadas a ativos de inflação continuam a se beneficiar", disse Yoshihiro Okumura, gerente geral da Chibagin Asset Management.

A pesquisa trimestral tankan de sentimento empresarial do BoJ, divulgada no domingo, continuou a ter um efeito positivo sobre o sentimento dos investidores, como visto na ascensão de fabricantes de aço. A JFE Holdings subiu 3,2%, enquanto a Nippon Steel & Sumitomo Metal Corp. terminou em alta de 5,5%.

Entre os exportadores, a Toyota Motor ganhou 2,8% e a Canon subiu 3,7%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.