Tóquio fecha em queda com realização de lucros

Índice Nikkei caiu 0,4%, para 15.037,24 pontos, após avançar 2,3% na sessão anterior

16 de maio de 2013 | 04h44

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em queda nesta quinta-feira, uma vez que o enfraquecimento do dólar abriu espaço para a realização de lucros em papéis que obtiveram fortes altas recentemente.

O índice Nikkei caiu 0,4%, para 15.037,24 pontos, após avançar 2,3% na sessão anterior, quando superou a marca de 15 mil pontos pela primeira vez desde janeiro de 2008.

Os níveis de participação mantiveram-se robustos, em linha com sessões recentes. O volume totalizou 5,14 bilhões de ações com o valor de quase 4,1 trilhões de ienes. Foi a terceira vez nas últimas quatro sessões que o volume atingiu a marca de 5 bilhões de ações negociadas.

Os índices foram prejudicados pela queda do dólar durante a sessão da manhã, o que foi suficiente para estimular os investidores de varejo a realizarem lucros depois de fortes avanços recentes do mercado acionário local.

Os dados melhores do que o esperado do Produto Interno Bruto do primeiro trimestre do Japão não tiveram um efeito muito forte sobre os preços das ações no pregão. Mas o forte componente de gastos do consumidor certamente atrairá a atenção de investidores estrangeiros no futuro, especialmente se alguma consistência nos resultados puder ser alcançada, disse o analista de mercado Kenichi Hirano, da Tachibana Securities.

Entre as ações fortemente ponderadas, a Astellas Pharma caiu 2,7% após alta de 4,6% na quarta-feira, enquanto o SoftBank cedeu 2,3% depois de ter ganho 25% desde o dia 2 de maio.

Ações de grandes bancos de todo o Japão terminaram em forte baixa apesar de registrarem fortes ganhos no ano fiscal. O Mitsubishi UFJ Financial Group caiu 3,6%, enquanto o Sumitomo Mitsui Financial Group perdeu 3,0% e o Mizuho FG cedeu 3,1%.

Por outro lado, a Olympus Corp avançou 18% depois que a empresa disse que espera mais do que triplicar o lucro líquido do grupo para 30 bilhões de ienes no atual ano fiscal. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.