Tóquio fecha em queda de 2,8%, preocupada com EUA

O índice Nikkei 225 da bolsa de Tóquio caiu hoje para o nível mais baixo desde 14 de junho, aos 14.437,24 pontos, depois de perder 2,8% em seu quinto pregão consecutivo de queda. Preocupações quanto a uma possível redução no ritmo de crescimento da economia dos EUA afetaram as ações da Sony, da Canon e de outras blue chips fortemente dependentes do mercado norte-americano. O Nikkei 225 já perdeu 7,2% nas últimas cinco sessões e alguns operadores dizem que em breve o índice pode testar o nível mais baixo do ano, de 14.218,60 pontos. ?Embora alguns investidores acreditem que a força da economia japonesa fará o mercado se recuperar, isso não deve ocorrer enquanto a situação internacional estiver caótica?, disse Masayoshi Okamoto, da Jujyia Securities, referindo-se ao conflito no Oriente Médio e à questão nuclear na Coréía do Norte. Os papéis da Sony tiveram desvalorização de 3,5% e os da Canon, de 3,6%. No caso da Canon, também contribuiu para a queda a notícia de que a fabricante norte-americana de computadores Dell entrará no mercado japonês de impressoras coloridas a laser, vendendo equipamentos pela metade do preço da concorrência. (As informações são da Dow Jones)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.