Tóquio praticamente estável após BoJ comprar ativos

A Bolsa de Tóquio fechou em leve alta, liderada pelas ações do Sumitomo Mitsui Financial Group e do Mitsubishi UFJ Financial Group, diante da força demonstrada pelo programa de compra de ativos do Banco do Japão (BoJ, banco central), que deixou em segundo plano as preocupações com a zona do euro. O índice Nikkei 225 avançou 1,51 ponto, ou 0,01%, e fechou aos 10.311,29 pontos.

HÉLIO BARBOZA, Agencia Estado

16 de dezembro de 2010 | 07h58

A Bolsa continua tecnicamente superaquecida, dizem os analistas, ao mesmo tempo que se reacenderam as preocupações com a dívida soberana da zona do euro após a Moody´s colocar os títulos da Espanha em revisão para possível rebaixamento.

"O problema da dívida europeia é uma questão pendente", disse Takashi Ushio, gerente da corretora Marusan Securities. "Mas isso não será uma âncora importante no mercado", afirmou. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.