Tóquio registra seu melhor nível em quase cinco meses

A Bolsa japonesa subiu nesta quinta-feira e o Nikkei 225 registrou seu nível mais alto em quase cinco meses. A razão para a alta foi o otimismo sobre as perspectivas econômicas dos EUA e a expectativa dos traders de que a compra de blue chips - tais como Toyota e Canon - estimulem novos ganhos no curto prazo. O principal índice da Bolsa de Tóquio subiu 2,3%, ou 366,78 pontos, para 16.449,33 pontos, encerrando o dia com a maior alta desde 15 de maio. Tipicamente, as ações no mercado japonês registram baixa no início de outubro por causa da postura cautelosa dos investidores institucionais em antecipação à época de anúncio dos resultados corporativos e da venda de ações de baixa performance por investidores americanos, com o objetivo de reduzir o pagamento de impostos sobre seus lucros. Mas a alta do Dow Jones ontem, estimulada pela expectativa de que o ciclo de alta da taxa de juros dos EUA tenha chegado ao fim, fez com que houvesse a percepção de que as ações em Tóquio estão baratas, disseram traders. ?Comparadas com os papéis de Nova York, as blue chips japonesas parecem estar com preço abaixo do que deveriam, o que encorajou (os investidores) para a compra dessas ações?, disse Tsuyoshi Segawa, estrategista da Shinko Securities. Toyota subiu 2,9%, Cannon teve alta de 4,8% e Advantest registrou aumento de 4,2%. Astellas Pharma fechou 6,8% acima do fechamento de ontem depois do anúncio de uma agressiva estratégia de recompensa de seus acionistas como parte de um plano de negócios no médio prazo. Os papéis da Nissan tiveram alta de 3,5% com a expectativa de encerramento das negociações com a General Motors. Isso permitirá que a empresa concentre seus esforços para lidar com as baixas vendas em seus principais mercados. Já as ações da Toshiba caíram 5,2% em razão das notícias de que a empresa terá custos maiores do que os esperados na aquisição da Westinghouse Electric. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.