Tóquio sobe 0,2%, com ações sensíveis ao euro

Investidores evitaram tomar posições agressivas antes do resultado da reunião do banco central dos EUA

Hélio Barboza, da Agência Estado,

21 de setembro de 2011 | 07h51

A Bolsa de Tóquio fechou com um ganho modesto, sustentada pela caça às pechinchas em ações ligadas ao euro, como Nikon e Olympus, com muitos participantes evitando tomar posições agressivas antes do resultado da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), ainda nesta quarta-feira. O índice Nikkei 225 subiu 19,92 pontos, ou 0,2%, e fechou aos 8.741,16 pontos.

O Nikkei abriu em ligeira baixa antes de virar positivo nos primeiros 30 minutos de pregão. Mas houve pouco impulso para levar o índice a uma alta substancial pelo resto da sessão, já que muitos players recusaram-se a fazer apostas antes que o Fomc divulgue sua decisão de política monetária. A semana útil de apenas três dias, encurtada por feriados, também foi considerada uma limitação.

Muitos esperam que o banco central dos EUA anuncie alguma forma de "Operação Twist", que estenderia o vencimento de títulos na vasta carteira do Fed para manter as taxas de empréstimos de longo prazo baixas. Isso seria feito por meio da compra de Treasuries de vencimento mais longo, usando a receita da dívida que está vencendo ou vendendo notes de vencimento mais curto que já possui. Mas, como os mercados já precificaram tais expectativas, "o foco é que outras medidas efetivas de política monetária o Fed pode tomar", disse Tatsunori Kawai, estrategista da kabu.com Securities. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.