Tóquio sobe 0,7%, com setor automotivo e commodities

Índice Nikkei 225 ganhou 70,59 pontos, para 10.345,11 pontos, depois de ter fechado na sexta-feira com perda de 1,6%, a maior do ano

Hélio Barboza, da Agência Estado,

24 de janeiro de 2011 | 06h35

A Bolsa de Tóquio fechou em alta, com as ações da Honda Motor puxando para cima os papéis do setor automotivo graças à melhora na recomendação atribuída por uma corretora, enquanto as empresas ligadas ao setor de commodities, como a Inpex, recuperaram parcialmente as perdas da semana passada. O índice Nikkei 225 ganhou 70,59 pontos, ou 0,7%, para 10.345,11 pontos, depois de ter fechado na sexta-feira com perda de 1,6%, a maior do ano.

As ações subiram desde a abertura, com a valorização de algumas exportadoras, ajudadas pela alta do euro diante do iene e pela recuperação de sexta-feira no índice Dow Jones da Bolsa de Nova York, depois dos resultados encorajadores da General Electric.

Analistas disseram, porém, que os ganhos das ações japonesas foram relativamente moderados, uma vez que os investidores aguardam a divulgação de uma série de balanços de importantes companhias japonesas, incluindo Canon e Nintendo, ainda nesta semana.

"É muito difícil prever como as ações vão reagir aos balanços", disse Masatoshi Sato, estrategista da Mizuho Investors Securities, que prevê a oscilação do Nikkei nesta semana para a faixa dos 10 mil aos 10.500 pontos. Ele disse ainda que a bolsa pode passar por uma correção para baixo até o início de fevereiro, depois dos ganhos acentuados obtidos nos últimos meses. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquioaçõesbalanços

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.