Tribunal do Chile suspende processo de fusão entre LAN e TAM

Justiça espera por investigação pedida pelo grupo em defesa do consumidor National Consumers Corp

Agência Estado,

31 de janeiro de 2011 | 09h15

O tribunal antitruste do Chile (TDLC) decidiu suspender o processo de fusão entre a companhia área local LAN Airlines e a brasileira TAM, à espera de uma investigação pedida pelo grupo em defesa do consumidor National Consumers Corp., informou o jornal chileno La Tercera no último sábado.

A análise pode demorar oito meses, segundo o jornal. Executivos da LAN não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

Uma fusão entre as duas companhias aéreas, que tiveram em 2009 uma receita combinada de US$ 8,5 bilhões, criaria uma gigante regional, a Latam Airlines, que seria a maior operadora da América Latina e uma das 15 maiores do mundo no setor. A expectativa é que o acordo seja concluído dentro de seis a nove meses. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.