TVA muda rede de distribuição de canais para sistema digital

A TVA, umas das três maiores operadoras de televisão por assinatura no País, anunciou hoje a transformação de sua rede de distribuição de canais, chamada MMDS, do sistema analógico para o sistema digital. O projeto exigiu investimentos de R$ 35 milhões no ano passado e outros R$ 25 milhões serão investidos este ano para a complementação do processo e expansão do negócio. A informação foi divulgada pela diretora-geral da TVA, Leila Loria, em entrevista à imprensa.Segundo a executiva, o novo sistema permitirá, por exemplo, a ampliação da oferta de 28 para 100 canais, além da melhor qualidade de transmissão. Facilitará ainda o acesso à programação, além do que ela define como "preços acessíveis", como o pacote inicial a R$ 53,90 por mês. Ainda segundo a empresa, a digitalização representa uma etapa inicial para a oferta de outros produtos e serviços.Entre os novos recursos, Leila citou o "digital video recorder", que permite ao usuário gravar os programas preferidos para assistir depois, e a chamada TVA portátil, que dá acesso à programação num computador, como um laptop, que tenha um software instalado. A operadora também informou que fará um teste com a tecnologia WiMax (tecnologia de acesso à banda larga sem fio) no Rio. O projeto sairá em parceria com a Motorola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.