UE aprova fusão da siderúrgica Mittal com Arcelor

A Comissão Européia aprovou a oferta da Mittal Steel Co., maior siderúrgica do mundo, para adquirir a concorrente Arcelor, mas exigiu que a Mittal se desfaça de alguns ativos na Europa. Em comunicado, a comissão considerou que as operações das duas companhias são "basicamente complementares do ponto de vista geográfico e da variedade de produtos".A Comissão apontou apenas uma exceção, o segmento de vigas pesadas, porque a companhia combinada ser tornaria uma líder de mercado no setor com uma participação significativa da capacidade total de produção na Europa, restando aos clientes poucas alternativas. Além disso, os concorrentes do grupo combinado nesse setor seriam muito menores em termos de capacidade de produção, cobertura geográfica e variedade de produtos.Para minimizar essas preocupações, a Mittal se ofereceu para vender duas fábricas da Arcelor na Alemanha e Itália que operam nesse segmento, além de uma unidade da Mittal de corte e vergalhões na Polônia.No fim de janeiro deste ano, a Mittal Steel lançou oferta hostil (não solicitada) de 25,8 bilhões de euros (US$ 33 bilhões) pela Arcelor. A oferta, à qual a Arcelor tem resistido, encerra-se em 5 de julho. Com informações da agência Dow Jones.

Agencia Estado,

02 de junho de 2006 | 13h05

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.