Vale e Petrobrás garantem alta da Bovespa

Ibovespa registrou ganho de 0,07%, encerrando o dia aos 67.730 pontos; papéis da Vale subiram 0,70% e os da Petrobrás, 0,20%

Alessandra Taraborelli, da Agência Estado,

19 de março de 2012 | 17h34

A Bovespa encerrou a segunda-feira em leve alta, amparada, principalmente, pelas ações da Vale e da Petrobrás, que subiram puxadas pelo vencimento de opções sobre ações. O Ibovespa registrou ganho de 0,07%, aos 67.730,31 pontos. Os papéis da mineradora subiram 0,70% o ON e 0,12% o PNA. Já as ações da petroleira avançaram 0,20% a ON e 0,66% a PN.

O vencimento de opções sobre ações movimentou R$ 6,409 bilhões, dominado por opções de compra de R$ 6,047 bilhões. A opção de compra de Vale PNA a R$ 40,00, liderou o movimento, com giro de R$ 528,8 milhões, seguida de Petrobras PN a R$ 23,83 por ação que movimentou R$ 523,8 milhões em opções de compra.

Segundo um operador, hoje foi um dia típico de vencimento de opções: volatilidade pela manhã, e depois, passado o vencimento, a Bolsa acompanhando a performance das ações que mais realizaram opções. "(Os negócios seguiram) dentro da normalidade de um dia de exercício. A Bolsa ficou travada em cima do exercício", disse, ressaltando ainda que, como não houve nada expressivo no exterior, a Bolsa ficou totalmente atrelada ao evento interno.

A menos de uma hora do fechamento, no entanto, as ações da Vale passaram para o vermelho e arrastaram o Ibovespa junto, mas, na sequência, os papéis voltaram a subir e também trouxeram o índice para o azul.

Segundo uma outra fonte, a mudança de direção da Vale ocorreu porque alguns investidores preferiram embolsar os lucros do dia (day trade). "Muitos investidores compraram opção de ação da Vale e após o encerramento do exercício venderam os papéis. Isso, geralmente, ocorre quando os investidores tentam puxar o papel e não conseguem, então vendem", disse a fonte.

Na mínima, o Ibovespa atingiu 67.547 pontos (-0,20%) e na máxima, 68.159 pontos (+0,70%). O giro financeiro ficou em R$ 12,448 bilhões, sendo R$ 6,409 referentes ao exercício.

Nos EUA, após o rali da semana passada, hoje os mercados acionários norte-americanos ficaram mais contidos, mas conseguiram encerrar no azul. Os indicadores da economia do país divulgados logo cedo não foram dos melhores. O dado mais relevante hoje foi a confiança das construtoras de moradias, que ficou estável em março, após cinco meses consecutivos de ganhos, permanecendo no nível mais alto em quase cinco anos, à medida que a indústria recupera lentamente sua posição, após uma crise devastadora.

Tudo o que sabemos sobre:
bovespaPetrobrasvalefechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.