Vale está na reta final na disputa por mina indiana

Quatro companhias chegaram à reta final na disputa pela mineradora Sesa Goa, segunda maior exportadora de minério de ferro da Índia, de acordo com a imprensa local. A Companhia Vale do Rio Doce estaria entre as quatro empresas que apresentaram uma proposta, além da Arcelor Mittal, a Aditya Birla e a Anil Agarwal, controlada pela Vedanta, informa a publicação Reports Business Standard.Uma recente decisão do governo indiano de impor uma sobretaxa para a exportação de minério de ferro tirou parte da atratividade que a Vale enxergava no negócio.A partir de 1º deste mês, cada tonelada de minério exportado sofre uma sobretaxa de R$ 14 por tonelada. A medida atende a pressões internas das siderúrgicas. A expansão da produção de aço na Índia exigirá mais matéria-prima e o governo resolveu frear as exportações. Procurada, a Vale não comentou o assunto.A China, que no ano passado consumiu 326 milhões de toneladas de minério importando, é o principal comprador de minério do país. O mercado chinês era o principal interesse da Vale pelo negócio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. A Índia exportou para o mercado chinês praticamente o mesmo volume que o Brasil, cerca de 75 milhões de toneladas em 2006. O maior fornecedor da China é a Austrália, com 127 milhões de toneladas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.