Vale sobe quase 6% e ajuda Bovespa a avançar 2,96%

Ibovespa terminou a sessão aos 56.891,9 pontos, maior nível desde os 57.102,78 pontos de 19 de setembro

Claudia Violante, da Agência Estado,

24 de outubro de 2011 | 18h31

O índice de atividade industrial da China e o otimismo com o resultado do encontro da cúpula da União Europeia, na quarta-feira, trouxeram ânimo aos investidores, que se posicionaram em ativos de risco. A Bovespa subiu quase 3%, puxada pelas ações de Vale e siderúrgicas e chegou a operar no nível de 57 mil pontos em várias ocasiões durante o dia.

O Ibovespa terminou a sessão com ganho de 2,96%, aos 56.891,9 pontos, maior nível desde os 57.102,78 pontos de 19 de setembro. Na mínima, registrou 55.259 pontos (+0,01%) e, na máxima, 57.226 pontos (+3,57%). No mês, os ganhos foram elevados a 8,73% e, no ano, a queda diminuiu a 17,91%.

O índice dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) HSBC preliminar de outubro subiu para 51,1, de 49,9 em setembro na China. A alta do HSBC PMI foi a primeira desde agosto e o primeiro registro de expansão da atividade desde junho. Como a China é o principal comprador de matérias-primas do mundo e um dos principais clientes da Vale, fez com que os papéis tivessem um dia de ganhos. O ON subiu 5,92% e o PN, 5,94%.

No setor siderúrgico, Gerdau PN, +4,07%, Metalúrgica Gerdau PN, +5,06%, Usiminas PNA, +4,44%, e CSN ON, +6,33%. Petrobras ON, +2,38%, e PN, +2,65%. Na Nymex, o contrato para novembro teve forte ganho, de 4,43%, aos US$ 91,27 o barril.

No encontro de ontem na UE, foi acertada, segundo relatos, a recapitalização dos bancos em mais de 100 bilhões de euros. A Europa também deve pedir ajuda internacional para financiar sua crise da dívida. E, segundo os parlamentares alemães, a Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês) deve ser alavancada para além de 440 bilhões de euros, podendo chegar a 1 trilhão de euros.

Dos Estados Unidos, o balanço favorável da Caterpillar ajudou a impulsionar as bolsas. O Dow Jones terminou em alta de 0,89%, aos 11.913,62 pontos, o S&P avançou 1,29%, aos 1.254,19 pontos, o Nasdaq recuou 2,35%, aos 2.699,44 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaValeEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.