Vale vai usar recursos do caixa para comprar AMCI

O diretor executivo de Planejamento e Gestão da Companhia Vale do Rio Doce, Gabriel Stoliar, informou hoje que a mineradora vai usar recursos de seu caixa para bancar a compra de australiana AMCI por cerca de US$ 660 milhões. Ele descartou uma captação no curto prazo e afirmou que a operação não deve alterar a avaliação da mineradora pelas agências de classificação de risco (rating). Segundo o diretor, a Vale "é conservadora em sua decisão de investimento e na movimentação de seu fluxo de caixa".?Não esperamos mudanças (no rating) por causa de uma compra de cerca US$ 660 milhões?, afirmou. Stoliar lembrou que a empresa conseguiu manter o grau de investimento mesmo após a compra da canadense Inco, no ano passado, por aproximadamente US$ 18 bilhões. Para financiar a aquisição, a companhia obteve um empréstimo-ponte com um sindicato de bancos por dois anos. A dívida já foi refinanciada por um prazo mais longo em operações realizadas no mercado de capitais nos últimos meses.O diretor acrescentou ainda que o cenário para o mercado de carvão é "muito positivo". Além do crescimento da demanda, os preços dos produtos - carvão metalúrgico e térmico - estão em patamares elevados, segundo ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.