VEM pode paralisar manutenção da Varig

O presidente da Varig Engenharia e Manutenção (VEM), Jorge Sobral, disse ao jornal português Diário de Notícias que se sua empresa congelar a manutenção da Varig, a companhia aérea brasileira deixará de voar. Ele explicou que a VEM ainda aguarda uma decisão para saber se vai continuar a assegurar a manutenção da Varig, cujos encargos mensais somam 2,1 milhões de euros (US$ 2,7 milhões).A TAP comprou a VEM do grupo Varig em dezembro do ano passado e está preparando sua integração à estrutura portuguesa. "O valor devido pela Varig à VEM era de cerca de 40 milhões de euros no final de maio", disse Sobral. Segundo ele, "dificilmente" esse dinheiro será ressarcido pela empresa brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.