Venda da Matte Leão para Coca-Cola pode ser fechada este mês

A Leão Junior, controladora da Matte Leão, confirmou negociações com a Coca-Cola. "Confirmamos que estamos avaliando a venda da companhia para a Coca-Cola Brasil", declarou a maior fabricante de chá pronto do País em nota enviada à Dow Jones Newswires. "Apesar da conclusão da operação ainda depender de algumas condições importantes, o negócio poderia ser fechado durante o mês de março", acrescenta a empresa, que não divulgou o valor estimado para a possível aquisição.Se concluída a compra, a atual diretoria da Leão Junior deve permanecer no conselho, diz a companhia. O acordo ainda deverá aguardar a aprovação das autoridades antitruste brasileiras, o que pode demorar de 12 a 18 meses.Apesar de ser uma empresa pequena, concentrada nos mercados de São Paulo e Rio de Janeiro, a Matte Leão é líder no segmento de chá pronto. No final de 2006, o grupo detinha 45,7% do mercado brasileiro, enquanto a concorrente Lipton, marca distribuída pela AmBev, respondia por 24,7%. A Nestea tinha 24,4%.A Coca-Cola tem promovido uma expansão agressiva no mercado brasileiro de bebidas não carbonatadas, abocanhando duas fabricantes de suco nos últimos 18 meses. Em agosto de 2005, a Coca comprou a Sucos Mais por R$ 100 milhões. No final de 2006, o grupo adquiriu em parceria com a Femsa, a fabricante de sucos Del Valle, por US$ 470 milhões. As autoridades brasileiras e mexicanas ainda não concederam aprovação antitruste para a compra da Del Valle. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.