Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Venda de veículos novos sobe 38,5% em abril

Segundo Fenabrave, foram emplacados 217,8 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus; no acumulado do ano, vendas chegaram a 762,8 mil unidades, maior volume do período desde 2015

André Ítalo Rocha, O Estado de S.Paulo

02 Maio 2018 | 18h23

O mercado de veículos novos no Brasil cresceu 38,5% em abril ante igual mês do ano passado, com o emplacamento de 217,8 mil unidades, informou nesta quarta-feira, 2, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), em balanço que considera automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Em março, o balanço indicou alta de 9,6% em relação a igual mês do ano passado.

+ Preço do etanol sobe em 19 Estados e valor médio registra alta de 0,49% no Brasil

Boa parte da expansão se deve ao maior número de dias úteis em abril deste ano - três a mais. Pela média diária, as vendas também cresceram, mas a um ritmo menor, de 18,7%. De qualquer forma, o mercado voltou a atingir uma média diária superior a 10 mil unidades.

Durante a crise, o setor só chegou a esse ritmo nos meses de novembro e dezembro, período em que historicamente a economia se aquece. Antes disso, só em 2013, quando a média diária chegava a 14 mil ou 15 mil unidades.

Na comparação com março, que teve o mesmo número de dias úteis que abril, os emplacamentos subiram 4,82%. No acumulado de janeiro a abril, as vendas chegaram a 762,8 mil unidades, alta de 21,3% em relação a igual intervalo de 2017. Trata-se do maior volume do período desde 2015, quando o mercado somou 893,7 mil unidades.

Por segmento. Os automóveis e comerciais leves, que representam mais de 90% do setor, registraram 209,9 mil emplacamento no quarto mês de 2018. O resultado corresponde a um aumento de 37,8% em comparação a igual mês de 2017 e de 4,9% ante março. O ano acumula 737,2 mil unidades vendidas, avanço de 20,4%.

Entre os pesados, as vendas de caminhões atingiram 6,2 mil unidades em abril, crescimento de 78,4% ante igual mês do ano passado e aumento de 4,2% sobre o resultado de março. O quadrimestre registrou a venda de 20,8 mil unidades, expansão de 58,7%.

Os ônibus, por sua vez, tiveram 1,1 mil emplacamentos, alta de 7,4% em relação a abril do ano passado, mas queda de 12,8% na comparação com março. Os primeiros quatro meses do ano acumulam 4,6 mil unidades vendidas, avanço de 30,4% ante o primeiro quadrimestre do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.