Vendas do Casino recuam 1,3% no 2º trimestre de 2014

O varejista francês Groupe Casino informou nesta terça-feira que as vendas recuaram 1,3% no segundo trimestre, pressionadas pelo impacto do real brasileiro mais fraco, o que contrabalançou o forte crescimento no Brasil.

Agência Estado

15 de julho de 2014 | 14h04

O Casino disse que as vendas no trimestre encerrado em 30 de junho recuaram para 11,93 bilhões de euros (US$ 16,19 bilhões), pressionadas pela depreciação de moedas estrangeiras, principalmente a divisa brasileira, em comparação com o euro.

Em termos orgânicos, excluindo movimentos cambiais, aquisições e alienações, as vendas aumentaram 6,5%, impulsionadas pelo crescimento na América Latina e notadamente no Brasil, enquanto o seu mercado interno, a França, também melhorou.

O Casino não fornece metas financeiras. Em fevereiro, a varejista disse que tinha um alvo ainda maior de crescimento das vendas em seu mercado doméstico e no exterior, e que estava visando uma outra melhoria dos seus resultados ao nível operacional este ano. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Groupe Casino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.