Venezuela pede reunião de emergência da Opep

A Venezuela quer que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) convoque uma reunião de emergência para discutir a queda dos preços da commodity, informou a agência oficial de notícias do país, AVN. "Acreditamos que a Opep deva coordenar uma ação para interromper a queda dos preços", disse o ministro venezuelano do Petróleo, Rafael Ramirez, de acordo com a AVN.

Estadão Conteúdo

11 de outubro de 2014 | 22h08

Nesta semana, o preço médio da cesta de petróleo da Opep caiu a US$ 88,27, o menor nível em quase quatro anos. Com isso, o preço da Opep ficou abaixo da cotação do Brent.

De acordo com cálculos do Deutsche Bank, a Venezuela precisa de um barril a US$ 121 para cobrir seus custos, um dos valores mais altos entre os membros da Opep. Mas o Irã, que precisa de um barril a US$ 140, disse na última terça-feira que uma reunião de emergência não estava sendo considerada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELAOPEPREUNIÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.