Vivax cai na Bovespa e se ajusta à oferta da Net

Os papéis da Vivax operam em queda de 3,69%, a R$ 36,55, com 118 negócios fechados na Bovespa até as 12h24, se ajustando ao preço da oferta (relação de troca) feita pela Net para a compra da companhia. Net PN, por sua vez, subia 3,35%, a R$ 21,90, após 745 negócios. Para alguns operadores o comportamento da Vivax representa mais um ajuste de preços do que decepção com a operação. É que, segundo eles, Net estava 5% abaixo da Vivax e com a alta de 5,89% dos ADRs, ontem em Nova York, essa diferença aumentou ainda mais. O analista Paulo Renoldi, da Bes Securities, entende o movimento como uma correção dos valores, já que, a partir da operação - que envolve troca de ações -, quem compra Vivax está adquirindo Net, respeitando a relação de troca. A notícia não chegou a ser uma surpresa. É que, segundo se comenta nas mesas de operações, desde a estréia de Vivax na Bovespa, em 8 de fevereiro, esperava-se por uma oferta pela empresa. Desta forma, na avaliação de quem já aguardava o negócio, a oferta primária de ações (IPO) foi uma forma de precificar a companhia. Renoldi, do Bes, observa que há uma sinergia perfeita entre as duas empresas. Cálculos preliminares de alguns operadores sinalizam que o aumento do capital que será promovido pela Net (1,355 milhão de ON e 23,010 milhões de PN) pode significar uma diluição de 24%, ao mesmo tempo em que a contabilização da Vivax na Net pode representar um aumento de cerca de 25% no Ebitda da companhia. Considerando o preço de lançamento da Vivax, R$ 24,5, em 8 de fevereiro, até a máxima de hoje (R$ 38,00), os títulos acumularam alta de 46%. No mesmo período, as ações PN da Net subiram 28,5%.

Agencia Estado,

13 de outubro de 2006 | 12h26

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.