Vivo divulga fato relevante e diz estudar rede 3G a partir de GSM

A Vivo Participações acaba de divulgou no fim desta tarde fato relevante em que informa o início de estudos para "evolução tecnológica para o padrão W-CDMA, por intermédio da construção de uma rede GSM/Edge escalável ao W-CDMA, a ser acrescida a sua atual rede CDMA, que continuará em pleno funcionamento e expansão". Na prática, a empresa está informando que avalia adotar para a 3ª Geração de telefonia móvel o padrão W-CDMA, que só conversa com uma rede GSM - daí a necessidade de implantar a infra-estrutura com padrão europeu. No entanto, a operadora diz que não pretende descontinuar sua infra-estrutura CDMA.A empresa afirma que o resultado do estudo será objeto de avaliação e deliberação pela diretoria e pelo conselho de administração. O comunicado da companhia veio depois de um dia de confusões, causadas por uma declaração do presidente da controladora Portugal Telecom, Henrique Granadeiro, de que a empresa já teria decidido pela migração. No entanto, o fato relevante informa que trata-se, por enquanto, de um estudo sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.