Vivo tem lucro líquido de R$ 16,3 milhões em 2006

A Vivo Participações, empresa de serviços de telefonia celular em sociedade da espanhola Telefónica Móviles e da Portugal Telecom, registrou lucro líquido consolidado de R$ 16,3 milhões em 2006, revertendo o prejuízo de R$ 594 milhões contabilizado no ano anterior. A receita operacional líquida cedeu 2,8%, para R$ 10,936 bilhões.O Ebitda (lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortizações) recuou 14,1% e passou a R$ 2,596 bilhões. A margem Ebitda cedeu 3,2 pontos porcentuais e situou-se em 23,7%. Os custos e despesas operacionais subiram 1,3% e totalizaram R$ 8,340 bilhões.Conforme a companhia, no relatório da administração que acompanha o balanço de 2006, o lucro do ano passado foi influenciado, principalmente, pela utilização dos benefícios decorrentes da reestruturação societária.A empresa encerrou o exercício com dívida líquida de R$ 3,553 bilhões, revelando queda de 14,5% sobre dezembro de 2005. Segundo a companhia, o endividamento foi compensado pelos recursos disponíveis em caixa e aplicações financeiras, de R$ 1,447 bilhão, e pelos ativos e passivos de derivativos, de R$ 55,5 milhões a pagar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.