Volks apresenta aos funcionários proposta de demissões

A direção da Volkswagen do Brasil apresentou hoje aos trabalhadores proposta para a dispensa de 3.600 funcionários da fábrica Anchieta. O corte será feito em 11 etapas, a primeira delas envolvendo 1.800 funcionários (1.300 da ativa e 500 já afastados e que estão no centro de formação montado pela empresa em 2003). A montadora criou um plano de demissões voluntárias em que os primeiros inscritos, no período de 25 de setembro a 25 de novembro, receberão benefícios maiores. Para esse grupo, o valor extra será equivalente a 1,4 salário por ano trabalhado. Na etapa seguinte, para inscrições entre 25 de novembro e 31 de janeiro, o prêmio baixa para 1 salário extra e, para quem deixar para se inscrever em fevereiro de 2007, cai para 0,6 salário por ano trabalhado. A proposta será votada em assembléia dos funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo na quinta-feira. A empresa e o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC se reuniram durante 110 horas desde a última terça-feira e conseguiram fechar essa proposta no final da manhã de hoje, segundo informaram dirigentes do sindicato. A assembléia inicialmente marcada para amanhã ficou para quinta-feira, para que os funcionários possam avaliar melhor as condições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.