Volks diz que cisão da unidade de veículos pesados não está nos planos

A Volkswagen não está interessada na cisão da divisão de veículos pesados da companhia, segundo o porta-voz da unidade Bernd Wiedemann. "Faz mais sentido ser um fornecedor completo", disse no início da exposição internacional de automóveis "Annual International Automobile Exhibition" (IAA), em Hannover (Alemanha).O comentário de Wiedemann foi feito em meio a boatos de que a Volkswagen estaria interessada em integrar a unidade de caminhões pesados no Brasil com operações das companhias Scania e Man. A unidade de veículos comerciais pode se tornar independente no futuro. "Tudo é possível", comentou Wiedemann.A sueca Scania, que é controlada pela Volkswagen com participação 34%, rejeitou na última segunda-feira uma oferta da alemã Man de 9,6 bilhões de euros, numa transação que poderia criar a maior montadora de caminhões da Europa. A companhia alemã, entretanto, ainda está em negociações com a sueca e poderá ainda aumentar o valor da proposta. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2006 | 09h26

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.