Volkswagen fará novos investimentos na fábrica do ABC

A Volkswagen anunciou hoje que a direção do grupo na Alemanha aprovou um programa de novos investimentos para a fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), a partir de 2007. A empresa não revela os valores a serem aplicados, mas informa que os recursos serão aplicados na montagem de dois novos modelos em 2008 e 2009, na modernização das linhas de produção e atualização das tecnologias de engenharia e manufatura automotiva. O anúncio acontece apenas quatro dias após a aprovação, por parte dos empregados, do acordo que prevê o corte de 3,6 mil funcionários, dos quais 1,8 mil serão demitidos ainda neste ano, por meio de programa que oferece indenização extra para as demissões voluntárias. A montadora informa que, além de viabilizar novos investimentos, o acordo garante a implementação das ações previstas no Plano de Reestruturação - Fase 2 da Volkswagen do Brasil, anunciado em maio deste ano, que envolvem diversas medidas visando reduções de custo e aumento dos níveis de produtividade, proporcionando melhor competitividade à unidade industrial do ABC.RecursosDe acordo com o sócio-diretor da Trevisan Consult, Olivier Girard, parte dos recursos deverá ser obtida com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que aprovou em abril financiamento no valor de R$ 497 milhões para a empresa. A operação, no entanto, foi suspensa à espera de um acordo entre a montadora e seus funcionários e agora deverá ser retomada. O consultor disse, no entanto, que é difícil prever qual o investimento total a ser realizado pela companhia alemã, visto que a instalação de uma nova plataforma, dependendo da sua complexidade, pode exigir investimentos entre R$ 50 milhões e R$ 250 milhões. Novos modelosEm relação aos novos modelos, o consultor acredita na implantação de uma linha na categoria do tipo sedã de médio luxo, para substituir o Santana, que deixou de ser fabricado no País em março deste ano. "Hoje eles oferecem o Bora, que é importado do México e que por isso é caro para os padrões brasileiros", informa. Uma nova versão estilizada do próprio Bora ou do Passat, que atualmente é fabricado na Alemanha, são algumas das alternativas. Girard complementa que atualmente a Volkswagen está muito bem abastecida de carros populares, como Gol e o Fox e que não tem concorrentes para brigar com o Corolla (Toyota), Civic (Honda), Vectra (GM) ou Mégane (Renault) nas categorias médio luxo. Uma segunda plataforma poderia ainda trazer um novo modelo para substituir o Gol, mas o consultor não arrisca qual seria esse veículo. "Pode ser um novo modelo, que ainda vai ser lançado", afirma. Atualmente a fábrica da Volkswagen no ABC mantém três linhas de produção. A primeira produz motores e câmbio para os carros produzidos na própria unidade, além da fábrica de Taubaté, no interior de São Paulo. A unidade paulista produz ainda peças estampadas para atender tanto o ABC quanto Taubaté, além da unidade de São José dos Pinhais, no Paraná. A unidade mantém ainda três linhas de produção de veículos, uma para a Kombi (praticamente artesanal), outra para o Gol e a Saveiro e ainda a linha de produção do Pólo (hatch e sedã) e do Fox, este último exportado para a Europa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.