Volkswagen fará oferta de 4,1 bi de euros em ações

A montadora alemã Volkswagen anunciou que fará uma oferta de 64,9 milhões de novas ações preferenciais para levantar aproximadamente 4,1 bilhões de euros. "O preço de subscrição para as novas ações preferenciais foi estipulado em 65 euros", afirmou a companhia - maior montadora da Europa em termos de vendas - em um comunicado.

GUSTAVO NICOLETTA, Agencia Estado

25 de março de 2010 | 19h58

Antes do período de subscrição, que deve ir de 31 de março até 16 de abril, as ações estavam sendo ofertadas para investidores institucionais alemães e de outros países. Os coordenadores mundiais da oferta são o BofA Merrill Lynch, o Citigroup, o Deutsche Bank, o HSBC Trinkaus e o JP Morgan.

Os três principais acionistas da Volkswagen - Porsche Automobil, o Estado alemão da Baixa-Saxônia e o emirado do Catar - concordaram em transferir seus direitos de subscrição aos bancos.

A Volkswagen pretende utilizar os recursos obtidos com a oferta de ações para proteger sua flexibilidade financeira durante a integração com a Porsche, processo que deve terminar em 2011, e manter sua avaliação de crédito. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ofertaaçõesVolkswagenPorsche

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.