Volume de negócios na Bovespa cai 21,6% em julho

O volume de negócios na Bolsa de Valores de São Paulo caiu 21,6% em julho na comparação a junho. Falando em números, foram negociados R$ 36,9 bilhões no mês passado. Em junho o giro financeiro havia alcançado R$ 47,1 bilhões. A média diária caiu para R$ 1,7 bilhão, ante R$ 2,2 bilhões em junho. As ações com maior giro financeiro em julho foram: Petrobras PN, com R$ 4,70 bilhões; Vale PNA, com R$ 2,44 bilhões; Bradesco PN, com R$ 1,54 bilhão; Usiminas PN, com R$ 1,44 bilhão; e Itaú PN, com R$ 1,06 bilhão. Segundo a Bolsa, os investidores estrangeiros mantiveram a liderança em movimentação financeira em julho, com participação de 32,63% do total, ante 37,60% no mês anterior. O segundo lugar voltou a ser ocupado pelas pessoas físicas, que expandiram sua participação de 22,88%, em junho, para 27,68% no mês seguinte. Os investidores institucionais ficaram na terceira posição, com 27,31%, ante 25,96% em junho. Na seqüência aparecem as instituições financeiras, com 9,28%, ante 9,06%; as empresas, com 3,02%, ante 3,08%; e o grupo outros, com 0,08%, contra 1,43% em junho. Fluxo estrangeiro O fluxo de recursos estrangeiros na Bovespa encerrou o mês de julho com saldo negativo de R$ 654,9 milhões, resultado de vendas de ações no valor de R$ 12,3 bilhões e de compras de R$ 11,6 bilhões. O saldo acumulado no ano está negativo em R$ 1,2 bilhão. Home Broker A participação do Home Broker (sistema eletrônico de negociação da Bovespa que permite ao investidor operar diretamente a partir da Internet) no resultado da Bolsa voltou a bater recordes de giro financeiro e quantidade de negócios, tendo alcançado, respectivamente, 8,14% e 23,63% em julho contra 6,53% e 23,63% em junho. O sistema registrou no mês médias diárias de R$ 259 milhões em volume negociado, ante R$ 258 milhões e 32.921 no mês anterior. Por meio de 53 corretoras, 57.598 investidores colocaram ofertas no sistema em julho, com um valor médio investido de R$ 7,4 mil. Para efeito de comparação, no mês passado, foram 57.322 investidores que colocaram ofertas no sistema a partir de 54 corretoras, com valor médio investido de R$ 7,8 mil.

Agencia Estado,

03 de agosto de 2006 | 11h57

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.