Volvo vende 155 ônibus para a Colômbia por US$ 28 mi

A Volvo Bus Latin America vendeu 155 ônibus para o Transmilênio, o BRT (Bus Rapid Transit) de Bogotá, capital da Colômbia. São 72 veículos do tipo articulado e 83 biarticulados que vão ampliar a frota e a capacidade de transporte do Sistema Integrado de Transporte Público (Sitp) da cidade. O valor do negócio foi de US$ 28 milhões.

RENE MOREIRA, ESPECIAL PARA A AE, Agência Estado

17 de julho de 2014 | 15h52

A aquisição está inserida no plano de investimento de Bogotá para ampliar e estender os corredores de ônibus. Estão sendo abertas cinco novas estações de embarque e desembarque e o sistema de transporte urbano também será ampliado com a finalidade de atender ainda outras cidades da região metropolitana.

Os veículos foram adquiridos pelo Consórcio Express (60 ônibus biarticulados e 52 articulados) e pela Gmovil (23 biarticulados e 20 articulados). Os articulados possuem 18,5 metros de comprimento e capacidade para 160 passageiros, enquanto que os biarticulados têm 27 metros e transportam 250 passageiros.

"Um sistema de transporte urbano de qualidade é prioridade para os gestores públicos de Bogotá", explicou Luis Carlos Pimenta, presidente da Volvo Bus Latin America. Segundo ele, esses novos ônibus são híbridos e foram escolhidos por estarem em conformidade com o meio ambiente.

Outro fator que pesou na aquisição foi a alta capacidade de transporte dos veículos, ou seja, como podem levar um número maior de pessoas o custo por passageiro é reduzido, assim como a emissão de poluentes.

Compra de carretas.

No Brasil a Patrus Transportes adquiriu 60 novas carretas por R$ 5 milhões para suprir o aumento de cargas previsto para o segundo semestre. A companhia conta com filiais no Sul, Sudeste e Nordeste do País. Os novos veículos devem atender às rotas utilizadas nas coletas, transferência de mercadoria e nas entregas de grandes volumes.

Tudo o que sabemos sobre:
VolvoônibusColômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.